quinta-feira, 2 de julho de 2009

Mestre Shoto parte 1

Gichin Funacoshi nasceu em 1868 em Shuri, distrito de Yamakawa-Cho, Okinawa. Na sua infância ele teve aulas com os mestres:Yasutsune Azato que lhe ensinou Shuri-te e de Yasutsune Itosu aprendeu o Naha-te. Os treinos era feitos a noite no quintal do mestre Azato, pois nessa época a prática de artes marcias era proibida no Japão. O treinamento do mestre Azato era muito rigoroso ele seguia uma filosofia que era o "Hito Kata San Nen", que consistia em praticar o mesmo kata por 3 anos para só então passar para o outro kata.
O Karate deu grande contribuição para a saúde de Funakoshi, que fora uma criança muito frágil. Em 1888 ele inscreveu-se e foi aceito como professor de uma escola primária. Em 1902, houve a visita de Shintaro Ogawa, inspetor escolar da prefeitura de Okinawa a escola onde Funakoshi trabalhava. Foi feita uma demonstração de Karate que conseguiu impressionar Ogawa , ficou tão entusiasmado que escreveu um relatório ao Ministério da Educação elogiando o Karate. Foi só depois disso que o treinamento de Karate passou a ser oficialmente autorizado nas escolas, fazendo parte da Educação Física, pois até então o Karate só era praticado atrás de portas fechadas. Contra os pedidos de muitos dos mestres mais antigos de Karate que não eram a favor da divulgação da arte. Graças a essas ações o Karate foi a cada dia se tornando mais popular.


REFERÊNCIAS
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gichin_Funakoshi

http://www.budokan.com.br/historia/funakoshi.htm
http://www.gichinfunakoshi.com

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Bases

BASES

Essas são algumas bases utilizadas nos kata e kihon no karatê.

Heiko-dachi












Heisoku-dachi












Kiba-dachi












Kokutsu-dachi












Musubi-dachi












Shiko-dachi












Zenkutsu-dachi












Hachiji-dachi












Hidari-ashi-dachi












Migi-ashi-dachi












Neko-ashi-dachi












Naifanchin-dachi












Uchi-hachi-ji-dachi












Tsuru-dachi












Sanchin-dachi












Teiji-dachi












Renoji-dachi












Kake-dachi (lateral)













Kosha-dachi (frontal)














REFERÊNCIAS
http://www.karatekas.com/tecnicas/posicionesJ.htm

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Dojo kun - o lema do karatê


Vamos entender essas duas palavra:
Dojo- local de treinamento, academia;
Kun- Mandamentos, lemas.
Então podemos chegar a conclusão que o dojo kun são regras os mandamentos que devem ser seguidos no local de treinamento pelos praticantes de karatê. São cinco máximas, são elas:

SHITOTSU JINKAKU KANSEI NI TSUTOMURU KOTO

Carácter - sempre se esforçar para a perfeição do caráter.Ser uma pessoa conhecida por ser amável é mais importante que ser conhecido por ter força ou conseguir dar chutes e socos bonitos.
"Ser querido é melhor que ser temido. Tornar-se uma boa pessoa é mais importante que tudo para o karateca.
Praticar o karate para obter principalmente paciência, generosidade, perseverança, concentração e humildade.
Em combate, desenvolver a humildade, a piedade e o auto-controlo".


HITOTSU MAKOTO NO MICHI O MAMORU KOTO

Sinceridade - sempre proteger o caminho da verdade.
"A razão é a faculdade de avaliar, julgar, estabelecer relações lógicas e entender, é um atributo exclusivo do ser humano. O karateca procura tornar-se cada vez mais humano e, ao mesmo tempo que combate o lado animal, cultiva o espiritual. Tenta assim encontrar os motivos, entender as consequências, reflectir as atitudes, compreender o mundo e a vida.
O que distingue um aluno de um mestre ou sensei é que o sensei “nasceu antes” para a vida de reflexão em torno dos motivos que regem a vida".


HITOTSU DORYOKU NO SEISHIN O YASHINAU KOTO

Esforço - sempre criar o intuito de esforço.
"Mesmo quando não damos conta, é importantes estarmos constantemente a desenvolver a nós, habilidades que não possuimos.
Quando se tem pouca paciência, é suportando um pouco mais que se a adquire.
Quando se é fraco, é suportando uma peso um pouco maior que se vai conseguir fortalecer.
Esforçar implica, ir além dos nossos limites sejam eles físicos ou espirituais.
Esta máxima deve ser treinada principalmente fora do DOJO:
– Esforçar mais na escola(no estudo e no comportamento),
– Esforçar mais em casa (no respeito e na obediência)
– Esforçar mais no trabalho (procurar constante da excelência".


HITOTSU REIGI O OMONZURU KOTO

Etiqueta - sempre respeitar acima de tudo.
"A essência do karate-do baseia-se na cortesia.
A pessoa deve pensar de modo mais correcto, sentir de modo mais harmonioso, conseguir movimentar-se com mais equilíbrio e precisão e relacionar-se com os outros de modo mais sensato.
Não devem importar os motivos, mas sim o nosso comportamento final. Por isto o “acima de tudo”. Quem segue verdadeiramente este preceito não vai justificar depois uma conduta desrespeitosa, mas vai sempre demonstrar nas atitudes a ideia que abraça.
Cortesia, amabilidade e respeito pelos colegas, professores e pelo Dojo".


HITOTSU KEKKI NO YU O IMASHIMURU KOTO

Auto-controle - sempre conter o espírito de agressividade.
"A procura do domínio do corpo obriga o Karateca a por a si mesmo o problema do auto controlo. É indispensável para fazer face às necessidades de um combate, não perder os seus meios. Conservar um auto domínio rigoroso e imperativo da qual o Karateca consciencioso não pode pensar sequer em se abstrair.
Este domínio é tanto melhor e mais importante quando ele vier a ser submetido a um treino duro, mais perigoso e mais esgotante. O controlo produz a calma necessária e a precisão indispensável ao cumprimento de todo o movimento do combate. Do auto controlo depende a precisão do gesto e da precisão resulta a eficácia. Sem auto controlo nem auto domínio não se podem obter grandes resultados".


REFERENCIAS
http://cksgouveia.wordpress.com/sobre-o-karate-3/
http://www.karatebrasil.com.br/dojokun.html

Regras Karate Kumite e Kata

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Vocabulário usado no Karatê

Vocabulário:

ASHI - pé.
ASHI-ATE-WAZA - técnica com os pés.
ASHI-BARAI - varrer com os pés (passa pé).
ATEMI-WAZA - técnicas de golpear, traumatizando os pontos vitais.
BUDO - código de honra: conter a violência, disciplina, estabelecer e respeitar normas e leis, pacificar e enriquecer a sociedade e equilíbrio.
CHUDAN - altura do plexo,altura média.
CHUI - infração (comportamento incorreto na luta).
DACHI - posição, colocação, base.
DAN - grau.
DO - caminho.
DOJO - local de treinamento.
EMPI - cotovelo.
FUMI-KOMI - pontapé para baixo (pisão).
GEDAN - abaixo da linha da faixa, baixo ventre.
GOSHI / KOSHI - cintura, quadril.
GYAKU - contrário, invertido.
HAITO-UCHI - golpear com o bordo interno da mão.
HAJIME - iniciar.
HANSOKU-CHUI - reprimenda por infração.
HANTEI - julgamento.
HIDARI - esquerda.
HIKI - puxar.
HIKIWAKE - empate.
HIZA-KERI - joelhada.
JYU - movimentos livres.
JYU-KUMITE - combate livre.
JODAN - altura do rosto, pescoço.
JOGAI - fora do campo de treino, luta
JUJI-UKE - bloqueio em cruz.
KAKATO-GERI - chute com o calcanhar.
KAMAE - posição, postura.
KARATE-DO - o caminho das mãos vazias.
KATA - forma; movimentos seriados sistematicamente organizados, com técnicas ofensivas e defensivas que simula luta contra vários adversários.
KEAGE - chute com recolhida rápida do pé; chicotada.
KIAI - grito utilizado na finalização do golpe, que serve para liberar energia, assustar o adversário e estimular a contração do tórax, aumentando a estabilidade articular.
KIBA-DACHI - posição de cavaleiro.
KIME - impacto, potência.
KUMITE - pratica de luta.
MAE - à frente.
MAE-GERI - chute para frente.
MAWASHI - semicírculo.
MAWASHI-GERI - pontapé circular.
MIGI - direita.
MOROTE - duas mãos.
MOROTE-UKE - defesa dupla com as mãos.
NAGASHI-UKE - defesa circular para o alto.
NUKITE - técnica com as pontas dos dedos.
REI - saudação.
SEIKEN - parte interior do punho cerrado.
SENSEI - professor.
SHIAI - competição com contagem de pontos.
SHIAI-JO - espaço de luta em uma competição.
SHIZEN-TAI - posição básica (natural).
SHUTO - lâmina da mão.
SOKUTO - canto externo do pé.
TAI-SABAKI - esquiva em círculo.
TANDEN - Área situada atrás do umbigo, considerada pelos orientais, há milênios, como base para se conseguir estabilidade, equilíbrio e força.
TE - mão.
TEISHO - talão da mão.
UCHI - ataque indireto.
UKE - defesa.
URA - lado contrário.
USHIRO - para trás.
YAME - fim; parar; voltar à posição inicial.
YOKO - lado.

Referências
http://associacaofloresta.vilabol.uol.com.br/